domingo, 27 de dezembro de 2009

Ano Novo

quarta-feira, 23 de dezembro de 2009

Photobucket

domingo, 6 de dezembro de 2009

Eu estive no Hosana Brasil

Ontem no Hosana Brasil, pude vivenciar tudo o que imaginava como seria.
Chegando lá, fui convidada a dar um depoimento para a rádio, desacostusmada
com isso e apesar do radialista afirmar que me sai bem, minha auto-critica
ainda dizia que poderia ter feito melhor.
Cheguei bem na hora das palestras de Gabriel Chalita e Pe Fabio de Melo.
Me emocionei com as duas.







Abraço de Gabriel Chalita e Pe Fábio de Melo

Momento em que todos se aproximaram para uma foto com Chalita
A hora que a emoção tomou conta, foi quando ao me identificar
dizendo que eu era a @Clee do Twitter e pedi ao Chalita uma foto, ele
me puxou no meio de todas as pessoas, mas os seguranças vieram tira-lo
já que o número de pessoas só aumentava, mas já valeu por estar
aqueles minutinhos do lado desse ser especial.
E depois imaginei que as minhas oportunidades para este momento
serão maiores do que daquelas pessoas que vieram de longe.


quarta-feira, 2 de dezembro de 2009


"A originalidade é a marca do gênio. Mas, para quem não pode almejar tanto, o cultivo do lugar comum bem aplicado, do provérbio usado em boa hora, também ajuda muito e, às vezes, até substitui o talento real. E, convém lembrar, o domínio do óbvio está ao alcance de qualquer um."
Millôr Fernandes]

Boa tarde amiguinhos.Passando para deixar update das coisas por aqui....
Muito feliz com o rumo da minha vida, receber o convite para ser a Secretaria do Executivo de uma instituição que acredito e marido ter sido contratado pela Petrobrás, me faz ter a certeza que estou no caminho certo.Não importa se faço o bem e a pessoa que fiz me devolve, o universo gira e o que é de meu merecimento virá até mim.
Agradeço a Deus por este momento e todos que já vieram.Muitos ainda virão, com certeza.Por isso estarei no Hosana Brasil neste fim de semana, hora de agradecer.

Na minha visão o que é liberdade


As vezes eu penso o que é ser livre?Ouço tantas pessoas falarem
sobre isso, mas poucas conseguem saber o verdadeiro
sentido de liberdade.

Não sou psicóloga, mas nos meus 40 e poucos anos...hehehe...e boa
observadora que sou,me acho preparada para comentar sobre isso.
Tem gente que se torna escravo da beleza, vai pra academia malha X horas
em nome de um corpo perfeito.Frequento academia, mas muito além da
estética eu me preocupo com minha saúde e para isso não preciso de muitas
horas e nem usar anabolizantes ou outros itens de ajuda.

Ou então escraviza-se com a tendência do momento comprando roupas
e usando as cores da moda que nem ficam bem em seu tipo físico, ou compram
as coisas sem poder naquele momento,assumindo dividas pagando em parcelas a
perder de vista, muitas vezes o valor final pago seria de mais dois aparelhos como aquele,
só para mostrar aos outros o seu poder de compra, que por ser um desejo de 'exibir-se' o
prazer dura pouco e logo essa pessoa já pensa no que poderia fazer para sentir
novamente aquele 'poder'.Insaciável sentimento, que é de ser aceito na sociedade.

Pra mim isso tem o nome de escravidão.Liberdade é outra coisa.
É você conseguir provar aos outros, sem a preocupação de aceitação pelos seus
bens, como pessoa, com seus atos.Sua maneira de ser por meio da inteligência,
delicadeza e simpatia.Sem muito esforço.
O que se torna escravidão também, aquelas pessoas que compram a atenção dos
outros com seus presentinhos, tornando-se assim alguém tolerável e não desejado
com sinceridade.

Eu sou livre!Não tenho grandes pretensões, gosto de deitar no
travesseiro e dormir tranquila sem a preocupação com dividas ou
forma 'ilícita' que usei para conseguir determinadas coisas.

Nunca consegui uma vaga ou subir em uma empresa puxando
tapetes, e se fosse preciso isso eu me demitia, por não aceitar.
Nem quando solteira aceitava paqueras que fossem comprometidos
o famoso, 'não faço as outras (neste caso) o que não quero que façam a mim'.
Não me vanglorio por ser honesta e sim por ser livre
E começa com meu livre arbítrio, de ter ao meu lado só pessoas que
tem os mesmos valores e caráter que o meu.As que não sejam são
totalmente dispensáveis.Aceito as diferenças, desde que elas não
me prejudiquem ou me incomodem.
Excelente dia mesmoooo.
Beijinhos amiguinhos.
Clê


"Dê o grito de liberdade!
Liberte-se do materialismo, do egoísmo, da
descrença, da falta de espiritualidade.
Tudo isso está à sua volta, a chamá-lo para
ser mais um no meio dos infelizes.
Reaja!
Jogue para longe o mau contágio.
Desembarace-se da ateia maléfica.
Dissolva a viscosidade negativa que aprisiona.
Rompa amarras;
A felicidade, para chegar, pede que você
limpe o caminho por onde ela deve passar."

domingo, 22 de novembro de 2009

Eu criei você



EU CRIEI VOCÊ

Um dia, como de costume, uma jovem mendiga, uma pequena menina, permanecia na esquina da rua implorando por comida, dinheiro ou qualquer coisa que ela pudesse conseguir. Estava usando roupas muito esfarrapadas; ela estava suja e bem desarrumada.

Como sempre acontecia, um bem sucedido jovem passou por aquela esquina sem dar uma segunda olhada para a menina. Mas quando ele chegou em sua casa e encontrou sua família feliz e confortavelmente instalada, a mesa de jantar bem carregada, seus pensamentos se voltaram à jovem mendiga e ele ficou irritado, muito irritado com Deus por permitir que tal condição pudesse existir.

Ele reprovou declarando: - "Como pode Você deixar isto acontecer? Por que Você não faz algo para ajudar esta menina?"

Então ele ouviu Deus, nas profundezas de seu ser, responder dizendo: - "Eu fiz! Eu criei você!"


(Brian Cavanaugh, em "The Sower's Seeds" - Tradução SergioBarros)

Tenha uma excelente semana. Fique com Deus. Grande abraço

quarta-feira, 18 de novembro de 2009

"A mente só repousa na solidez da verdade”

Quem te fala mal de outra pessoa, falará mal de ti também."


Eu fico reparando nas atitudes das pessoas, algumas
chegam a ser caricatas. Não tem um pingo de educação
não sabem criar os filhos, já fez uma porção de coisas erradas
na vida e assim mesmo se acham capazes de dar lição de moral.

Jogam piadinhas e mensagens subliminares com o
intuito de agredir ou mesmo de parecem aos olhos do
mundo melhores que você.Dessas pessoas eu corro
léguas. Acredito na paz que habita em mim

Reprimem os pensamentos e doses de doçura de uma pessoa
e nem quero imaginar que seja por um sentimento maior que
elas, que atende pelo nome de inveja.

A verdade é uma só, as pessoas dão valor a quem muitas vezes
as critica pelas costas ou então nem ligam para sua existência
Eu cansei de dar a mão, hoje me coloco na posição de que se não
posso ajudar, atrapalhar é que não vou e cada um que cuide de
sua vida.

Moral da História: temos dois olhos para observar mais, dois ouvidos para
escutar mais, mas uma só boca, para falar menos

Moral Alternativa: Se você não acreditar no que falam sobre mim....não
vou acreditar no que essas mesmas pessoas falam de você

Ahhh!!!Antes que me esqueça, sou feliz assim como
sou e só me preocupo como Deus me vê.
Não acredito na imagem que as pessoas querem me
dar, só acredito em quem me conhece há muito
tempo e me ama de verdade.O resto é dispensável.
E quem precisa de restos para viver, não é mesmo?
Podem até me chamar de chata, jamais de hipócrita.

.
Terça feliz e iluminadíssima para vocês
Bjossss
Clê



terça-feira, 17 de novembro de 2009

Culpa Zero

Culpa Zero

Recebi da minha amiga Valéria e adorei!

'Eu não sirvo de exemplo para nada, mas, se você quer saber se isso é possível, me ofereço como piloto de testes. Sou a Miss Imperfeita, muito prazer. A imperfeita que faz tudo o que precisa fazer, como boa profissional, mãe, filha e mulher que também sou: trabalho todos os dias, ganho minha grana, vou ao supermercado, decido o cardápio das refeições, cuido dos filhos, marido (se tiver), telefono sempre para minha mãe, procuro minhas amigas, namoro, viajo, vou ao cinema, pago minhas contas, respondo a toneladas de e mails, faço revisões no dentista, mamografia, caminho meia hora diariamente, compro flores para casa, providencio os consertos domésticos e ainda faço as unhas e depilação!

E, entre uma coisa e outra, leio livros.

Portanto, sou ocupada, mas não uma workholic.

Por mais disciplinada e responsável que eu seja, aprendi duas coisinhas que operam milagres.

Primeiro: a dizer NÃO.

Segundo: a não sentir um pingo de culpa por dizer NÃO. Culpa por nada, aliás.

Existe a Coca Zero, o Fome Zero, o Recruta Zero. Pois inclua na sua lista a Culpa Zero.

Quando você nasceu, nenhum profeta adentrou a sala da maternidade e lhe apontou o dedo dizendo que a partir daquele momento você seria modelo para os outros.

Seu pai e sua mãe, acredite, não tiveram essa expectativa: tudo o que desejaram é que você não chorasse muito durante as madrugadas e mamasse direitinho.

Você não é Nossa Senhora.

Você é, humildemente, uma mulher.

E, se não aprender a delegar, a priorizar e a se divertir, bye-bye vida interessante. Porque vida interessante não é ter a agenda lotada, não é ser sempre politicamente correta, não é topar qualquer projeto por dinheiro, não é atender a todos e criar para si a falsa impressão de ser indispensável. É ter tempo.

Tempo para fazer nada.

Tempo para fazer tudo.

Tempo para dançar sozinha na sala.

Tempo para bisbilhotar uma loja de discos.

Tempo para sumir dois dias com seu amor.

Três dias.

Cinco dias!

Tempo para uma massagem.

Tempo para ver a novela.

Tempo para receber aquela sua amiga que é consultora de produtos de beleza.

Tempo para fazer um trabalho voluntário.

Tempo para procurar um abajur novo para seu quarto.

Tempo para conhecer outras pessoas..

Voltar a estudar.

Para engravidar.

Tempo para escrever um livro que você nem sabe se um dia será editado.

Tempo, principalmente, para descobrir que você pode ser perfeitamente organizada e profissional sem deixar de existir.

Porque nossa existência não é contabilizada por um relógio de ponto ou pela quantidade de memorandos virtuais que atolam nossa caixa postal.

Existir, a que será que se destina?

Destina-se a ter o tempo a favor, e não contra.

A mulher moderna anda muito antiga. Acredita que, se não for super, se não for mega, se não for uma executiva ISO 9000, não será bem avaliada. Está tentando provar não-sei-o-quê para não-sei-quem.

Precisa respeitar o mosaico de si mesma, privilegiar cada pedacinho de si.

Se o trabalho é um pedação de sua vida, ótimo!

Nada é mais elegante, charmoso e inteligente do que ser independente.
Mulher que se sustenta fica muito mais sexy e muito mais livre para ir e vir. Desde que lembre de separar alguns bons momentos da semana para usufruir essa independência, senão é escravidão, a mesma que nos mantinha trancafiadas em casa, espiando a vida pela janela.

Desacelerar tem um custo. Talvez seja preciso esquecer a bolsa Prada, o hotel decorado pelo Philippe Starck e o batom da M.A.C.
Mas, se você precisa vender a alma ao diabo para ter tudo isso, francamente, está precisando rever seus valores.

E descobrir que uma bolsa de palha, uma pousadinha rústica à beira-mar e o rosto lavado (ok, esqueça o rosto lavado) podem ser prazeres cinco estrelas e nos dar uma nova perspectiva sobre o que é, afinal, uma vida interessante'


Martha Medeiros - Jornalista e escritora

segunda-feira, 16 de novembro de 2009

sexta-feira, 13 de novembro de 2009

A gentileza morreu ou virou artigo de luxo ?


Pertinente este assunto no programa Mais Você, eu sempre me questiono sobre isso, as pessoas andam sempre prontas para reagir as agressões do que a um ato de cordialidade. Um elogio verdadeiro, dar bom dia ou um simples olhar de sinceridade, custa pouco e faz as pessoas que cruzam seu caminho, um pouco mais felizes.Gentileza é um ato de cidadania e pouca gente sabe, mas no próximo dia 13 de novembro é comemorado no mundo inteiro o Dia da Gentileza.
Sinceramente eu comemoro esta data todos os dias.E São Paulo, minha terra, esta em 4º lugar no ranking de cidade mais gentil e cordial do mundo


"A verdadeira gentileza é perfeito conforto e liberdade. Ela simplesmente consiste em tratar os outros exatamente como você adoraria ser tratado." (Philip Dormer Stanhope)


Eu vivenciei isso, saí da minha cidade para morar em Minas, pq achava que as pessoas de lá eram mais gentis.Foi isso que encontrei em duas cidades que morei, Caetanópolis e Pará de Minas, mas quando fui morar em Cataguases, fiquei super decepcionada com a ignorância e falta de educação que encontrei nas ruas, comércios e mesmo nas escolas que meus filhos estudaram.A cultura da falta de educação era bem disseminada, tirando claro, algumas exceções que eram minhas amigas que até hoje carrego comigo.Notava as diferenças toda vez que viajava pra minha cidade e tinha sempre alguém para ajudar, seja carregando minha bagagem, me dando lugar no ônibus ou mesmo dando informações.Precisei sair da minha cidade para compreender que as pessoas eram bem mais gentis lá e não em outros lugares como imaginava.
Hoje vivo em São José dos Campos e principalmente no bairro que moro é possível tratarmos as pessoas com gestos de gentileza sem que sejamos visto como seres extra terrestres


Em tempos de pressa e de stress (e a pressa e o stress cada vez mais têm servido de desculpa pra comportamentos indesculpáveis), as palavras que humanizam a convivência vão ficando esquecidas, os gestos que tornam as relações pessoais mais agradáveis vão sendo abandonados. E com isso perdemos todos. Criamos ambientes pesados, nos irritamos e nos agredimos mutuamente, provocamos desgastes desnecessários. Gentileza gera gentileza, já dizia o profeta das ruas*. A falta de gentileza também se reproduz. E como causa estragos…
Texto: Leila Ferreira

"Palavras gentis podem ser curtas e fáceis de falar,
mas os seus ecos são efetivamente infinitos."
(Madre Teresa de Calcutá)

"Um gesto e uma voz que estavam acima do preconceito e que falavam, em verdade, da fraternidade doce e singela ensinada por Jesus."Vamos
copiar e sentirmos que dá pra ser feliz e gentileza não pode
ser uma novidade e sim um gesto concreto.
Uma excelente semana amigos.
Bjoss
Clê


quarta-feira, 11 de novembro de 2009

terça-feira, 3 de novembro de 2009

Me chame do que quiser




Se parece ingênuo que eu acredite nas pessoas, que me chamem de tola.
Se parece impossível que eu queira ir onde ninguém conseguiu chegar, que me chamem de pretensiosa.
Se parece precipitado que eu me apaixone no primeiro momento, que me chamem de inconsequente.

Se parece imprudente que eu me arrisque num desafio, que me chamem de imatura.
Se parece inaceitável que eu mude de opinião, que me chamem de incoerente.
Se parece ousado que eu queira o prazer todos os dias, que me chamem de abusada.

Se parece insano que eu continue sonhando, que me chamem de louca.
Só não me chamem de medrosa ou de injusta. porque eu vou à luta com muita garra e muita vontade de acertar.
E foi lutando que eu perdi o medo de ser ridícula. de ser enganada. de ser mal entendida.
Perdi, na verdade, o medo de ser feliz.

Não me incomoda se as pessoas me vêem de forma equivocada.
O importante mesmo é como eu me vejo...
Sem cobrança. sem culpa. sem arrependimento.
A gente perde muito tempo tentando agradar aos outros. tentando ser o que esperam de nós.
Eu sou o que sou e não peço desculpas por isso.

No meu caminho até aqui, posso não ter agradado a todo mundo, mas tomei muito cuidado para não pisar em ninguém.
Sendo assim, me chame do que quiser, eu não ligo...
Porque eu só atendo mesmo quando chamam pelo meu nome, que eu tenho o maior orgulho de carregar.

Texto: Lena Gino

***Este texto peguei no site mais você: aqui

Ana Maria Braga leu no programa hoje e me vi encaixadinha nele. Perfeito!!!É assim que me vejo e com certeza mais pessoas vão se identificar com ele. Não importa o que dizem, sou feliz comigo e com o meu jeito de encarar a vida e ponto.Críticas de pessoas que não tem moral, não me abalam.Não acompanho ninguém, tenho meu juízo de valor.Ele me basta.

Uma semana autêntica pra vocês.

Bjossssss
Clê

quarta-feira, 28 de outubro de 2009

Casamento de Adélia Prado


Há mulheres que dizem:

Meu marido, se quiser pescar, pesque,

mas que limpe os peixes.

Eu não. A qualquer hora da noite me levanto,

ajudo a escamar, abrir, retalhar e salgar.

É tão bom, só a gente sozinhos na cozinha,

de vez em quando os cotovelos se esbarram,

ele fala coisas como “este foi difícil”

“prateou no ar dando rabanadas”

e faz o gesto com a mão.

O silêncio de quando nos vimos a primeira vez

atravessa a cozinha como um rio profundo.

Por fim, os peixes na travessa,

vamos dormir.

Coisas prateadas espocam:

somos noivo e noiva.

adeliapradoass - adeliapradoass

Biografia

Texto retirado do livro:

“Adélia Prado - Poesia Reunida”, Ed. Siciliano - São Paulo, 1991, pág. 252.


segunda-feira, 26 de outubro de 2009

Sou mistério






Sou Mistério
[Patricia Montenegro]

Sou feita de todas as misturas da natureza,
-Fonte do Universo-
E se o vento certo soprar,
E vier me encontrar,
Minhas lágrimas se transformam em sorriso,
Com a mesma magia,
Que a lua enfeita o céu,
Quando finda o dia...

[patty_mf]

Rio de Janeiro, 17-10-09 - 22h08min

domingo, 25 de outubro de 2009

Semana com olhar novo

video

Fiz este vídeo no momento que ouvia a música
Imagine e pensei nas tantas coisas boas que
nos passam desapercebidas.

Um mundo de paz e harmonia que não nos
permitimos enxergar por causa do estress
da vida diária.

Tenhamos entretanto um olhar novo, dando
uma pausa para curtir as maravilhas que
Deus fez e nos deixou.
Maravilhar-se e entender que tudo é nosso
basta cuidar e desfrutar.

Excelente semana amigos
Bjoss
Clê

sábado, 24 de outubro de 2009

Piadinha: O fazendeiro e o menino do rio



O fazendeiro vinha passando com seu gado e tinha que cruzar
um rio quando avistou um menino montado em seu cavalo
na beira do rio e resolveu perguntar:

- ô menino este rio aqui dá pé?

O menino respondeu:

- Meu pai atravessa aqui com a criação dele e a agua bate no peito

Foi quando o fazendeiro começou a passar com seu gado e todos
começaram a afundar.

O fazendeiro irritado gritou:

- Menino você não falou que seu pai passa aqui com a criação e
bate no peito.Qual é a criação dele?

- Meu pai tem pato, ganso e marreco

A Corrente do Bem

"É difícil, não dá para planejar, você precisa observar
as pessoas, ficar de olho nelas e protegê-las.
Nem sempre a gente sabe o que precisa.
É a grande chance de consertar uma coisa
que não seja a sua bicicleta.
Dá para consertar uma pessoa."
{A Corrente do Bem }

Sigo á risca aquela máxima: "Fazer o bem, sem olhar a quem"
Passei aos meus filhos e fico feliz ao ver que eles
a seguem também.
Um fim de semana com amor fraterno e
incondicional a todos!!!
Beijinhos da amiga Clê

quinta-feira, 22 de outubro de 2009

As celebridades na mira dos fãs

Quando eu morava em São Paulo, não era raro, encontrar com artistas andando nas ruas ou frequentando os mesmos lugares que eu.Já que os points favoritos eram na Av.Paulista, Bexiga ou Sesc da Consolação.Eu sempre entendi, que eles preferiam que não nos aproximássemos, mas gostavam de serem reconhecidos.De Sampa fui pra Minas e morei um ano na casa da minha sogra, que era vizinha da família de Clara Nunes.Um dia eu estava lavando roupas e uma moça ao entrar, parou e começou bater papo comigo, depois de um tempo se despediu e entrou na casa e foi falar com minha sogra, quando saiu eu perguntei a ela quem era aquela moça tão simpática e Dona Virginia me disse que era a irmã da Clara Nunes.

Depois de anos fui morar em Cataguases e lá eu conhecia a prima, que era minha amiga, e tia,que era minha vizinha, família de Maria Alcina.Minha filha dormia sempre na casa da das amigas que eram filhas da prima.Gente muito simples também.
Eu morava no centro da cidade quando teve as festividades de comemoração pelos 100 anos de Humberto Mauro, avô de Cláudia Mauro, atriz casada com Paulo Cesar Grande.A rua que morava, era passagem obrigatória de vários artistas que tinham que se deslocar do cinema para o hotel.Da sacada do meu prédio era possível ver vários artistas globais passando.Um dia eu vinha do super mercado e notei um burburinho na esquina, quando olhei pra frente, Paulo César Grande vinha andando, eu simplesmente o cumprimentei perguntando como ele estava, muito simpático respondeu e devolveu a pergunta, respondi e continuei em meu caminho.

Em 2007, recebi o convite para trabalhar em um evento que minha prima estava organizando no Memorial da América Latina.Fiquei na sala VIP e pude com isso estar pertinho dos meus ídolos literários como:Luis Fernando Verissimo, Mindlin, Domingos Meirelles, Carlos Heitor Cony, Herodoto Barbeiro,Ruth Rocha, Ziraldo, Caco Barcellos, Zuenir Ventura, Moacyr Scliar, com quem tirei uma foto (a do lado) entre tantos outros não menos famosos.
Não vislumbrei, por que eu entendo que eles não gostam de certos "exageros'.Só me aproximei pq trabalhei na organização e tinha que checar se tudo estava certo.


Outro dia assistindo entrevista de Antonio Fagundes no Jô, ele comentava sobre ser taxado de ignorante por alguns fãs.Mas eu entendo perfeitamente o que acontece, eles são pessoas normais e querem e tem o direito de uma certa privacidade.Eu só criei coragem de pedir a foto para Scliar, pq ele circulou na sala VIP por vários dias, pedindo para usar o meu computador de trabalho, aproveitei o momento para falar da minha admiração e de como estava feliz por estar ali diante do meu ídolo.Falta "simancol" para as pessoas, que no calor do momento extrapolam.
É isso.Respeitar, palavra chave!!!Eles nem sempre estão dispostos a acolher as pessoas que se aproximam as vezes de forma grosseira.Acredite, é fácil identificar se estão acessíveis ou não.

***Ah!!!A foto quem gentilmente tirou foi Cacalo Kfuri, irmão de Juca Kfuri, que estava cobrindo o evento

A pergunta que fica é: Tem gente que pode ser e não é, pq tem gente que não é nada e insiste em ser arrogante

domingo, 18 de outubro de 2009

Asterix em boa forma

Passei boa parte da minha infância lendo as revistinhas do Asterix, divertindo-me com a fúria dos aldeões e o medo dos gregos.Algum tempo atrás, peguei emprestado um joguinho de computador da Renatinha e me divertia junto com meus filhos.E logo depois vi na telona do cinema.Incrível como os detalhes dos personagens foram fielmente preservados!

O pequeno guerreiro gaulês que conquistou várias gerações de leitores, celebra seu 50º aniversário no dia 29 de Outubro com um novo livro, o de número 34 da série, e deve continuar resistindo à passagem dos anos.
Estou preparando uma festa virtual, uma data que não deve ser esquecida.

Por Tutatis!!!Parabéns Asterix!!!
Clê

sábado, 17 de outubro de 2009

Alimentos saudáveis



Eu me alimento muito bem.Descobri (o que muitos tem descoberto)
que não tem melhor tratamento de beleza do que isso.
Além de fazer o organismo funcionar melhor, a aparência de quem opta pela
alimentação saudável também é outra. A escolha de alimentos certos traz benefícios
para a pele, o cabelo e as unhas, além de adiar os sinais do envelhecimento.
Já que falta grana para comprar os cremes caros
que sempre enchem meus olhos, mas
esvaziam o bolso.

Então o que passa bem pertinho deles e do meu coração e principalmente do bolso
são as frutas, todas eu as AMO...rs...legumes
verduras e cereais.
Inclusive a minha 'misturinha' de todos os dias.

Que é composta de germe de trigo, linhaça, amaranto, quinua, castanha
do pará, nozes e e frutas secas.Faço um suco com cenoura e maçã e acrescento
ou simplesmente misturo no iogurte natural.
Eu sempre leio o blog da Pri em forma, com dicas sempre muito boas
e dessa vez ela escreve sobre as fibras.
Vale a pena ler e fazer as mudanças, se não é pela estética que seja pela
saúde.
Clique aqui
Um fim de semana com muita saúde para todos!!!
Bjossssss
Clê

quinta-feira, 15 de outubro de 2009

INFALÍVEL




*TESTE DO AMOR VERDADEIRO*

NÃO FALHA !!!

Tranque sua esposa e seu cachorro no porta malas do carro.
Espere uma hora (uma hora mesmo!!!!!!!!).
Abra o porta malas.
Veja quem está feliz por te ver novamente !!!!!!!!!!!!!

Queria ser professora


E toda a humana docência
Para inventarme um ofício
Ou morre sem exercício
Ou se perde na experiência...

Aluna, do livro Vaga música de Cecília Meirelles

Eu tinha uns 10 anos mais ou menos, quando ganhei um quadro negro enorme que minha avó teve o cuidado de mandar fazer para me presentear, com restos da reforma da escola onde ela trabalhava.Ele foi colocado no porão de casa e transformei ali em uma sala de aulas e juntando crianças menores que eu, brincava de ser professora.Teve um pai que certa vez foi em minha casa agradecer, com muitos filhos e a filha de 6 anos havia sido alfabetizada por mim.

Não tinha grandes pretensões, foi como uma brincadeira que iniciei e virou coisa séria.
Aos 14 anos, terminando o 1º grau, disse á minha avó que queria ser professora e ela me demoveu a ideia, dizendo que professor ganhava muito pouco, aposentou e trabalhou 31 anos em escola.Por seu incentivo, optei por Contabilidade e posteriormente Administração.

Mas até hoje imagino que a minha vocação era ser professora.Mas a vontade não se devia apenas a este fato, mas aos excelentes professores que passaram em minha vida escolar.

No ano passado, através do orkut da filha de um casal de professores, obtive o telefone dos dois, Rosalina e Farjado e pude ligar e dizer o tanto que eles foram importantes na minha vida, com o tratamento pessoal resgataram a boa essência desta aluna.Nos emocionamos e hoje a Dr.Rosalina disse que não imaginava que teve essa importância em minha vida.Foi fácil ela lembrar da aluna pq minha avó serviu de referencia.
A eles e a todos os professores que agora estão lendo o meu desejo de um feliz todos os dias, pela importância que teem para o crescimento do nosso país, motivando o senso critico e sendo formadores de opinião.Nadando contra a maré em muitos casos.
Respeito e reconhecimento, sempre!!!



quarta-feira, 14 de outubro de 2009

QUANDO O CORAÇÃO PEDE SOCORRO

Eu treinava na academia e achava que tinha uma saúde a prova de qualquer baque.
Um dia em uma consulta de rotina, relatei a minha médica que tinha uma veia no
pescoço que dilatava muito, me incomodando inclusive.Se não fosse por isso, talvez
ela não prestasse mais atenção nas batidas do meu coração e notasse que algo estranho
acontecia e por essa razão me encaminhou ao especialista.
Depois do eletro fora constatado um pequeno problema, que poderia não ser nada, mas
que tinha que passar por uma investigação, palavras do médico cardiologista.
Foi quando eu descobri o que é um verdadeiro amor e quem realmente se importava comigo.
Esses momentos apesar de bater um medo grande, parece que são escritor por Deus para
que
a gente pare um pouco de pensar nos outros e passe a olhar para si.
Meu corpo estava dando sinais de que algo não estava bem e tinha que cuidar.
Fazia isso na alimentação e nos exercícios, mas parece que tinha que fazer bem mais.

Meus filhos e marido passaram a cuidar de mim.Com tamanho zelo que começou a
me incomodar inclusive.Não deixavam que coisas que poderiam me aborrecer
chegassem até
mim.
Já que ainda não sabíamos se o problema era sérioe qual o grau de sequelas

que tais problemas poderiam acarretar.

Meus familiares acostumados com a minha ajuda, foram os primeiros a serem
bloqueados
a partir daquele instante...
Cartas e telefonemas passaram a ser monitorados.E eu só tenho que agradecer a eles
(filhos e marido)por isso, pq como escrevi, o primeiro remédio era o verdadeiro amor.


Tanto que quando meu filho foi me dar a notícia inesperada de que seria avó,
perguntou antes: - Mãe você esta passando bem? Com receio de como eu receberia
a notícia, mas, claro, uma notícia como essa, só pode fazer bem ao coração.

Passados alguns anos, consultando mais que um especialista e sendo monitorada por
eles, fui liberada para voltar a ginástica.E hoje, depois do primeiro alerta de que algo
poderia não estar funcionando como deveria, eu já não preciso daqueles cuidados dos
meus filhos, já faço eu mesma a seleção das coisas que eu quero pra mim.E do que
vai fazer feliz o meu coração e aprendi a não dar muito valor aos pequenos aborrecimentos
que são inevitáveis na vida.


É isso, mais um capítulo do meu 'diário'...rss
O meu desejo de felicidade no coração para todos.
Bjosssssss

segunda-feira, 12 de outubro de 2009

Viva Nossa Senhora Aparecida

Vivaaaa que *Ela* nos proteja

Eu já recorri muitas vezes pedindo um milagre a Nossa Senhora Aparecida
Fui atendida em todas. Faço minhas orações diariamente, para não precisar
de um milagre, mas quando peço para as pessoas que me pedem, sou prontamente
atendida.Por isso eu peço, Mãe Aparecida, proteja a todos que agora lêem este
meu post e todos que dependem de uma intercessão, junto á Deus Pai.
Beijinhos a todos.
Clê

domingo, 11 de outubro de 2009

Conspiração do maaaaaaal





Hoje eu ouvia a pregação do Padre Cleidimar na Canção Nova e me pus a
pensar na presença do mal em algumas pessoas.Muitas
vezes eu não quis acreditar que existisse, mas com o passar
dos anos, por repetição, vi que existe sim e pode ter uma intensidade
muito grande mas não é maior do que o Poder de Deus.
Por ser sensível, noto com mais facilidade, a camuflada vontade
de ataque do tentador(satanás) usando pessoas que não se protegem em
oração pelo Manto de Nossa Senhora.

Para atingir seus propósitos, o encardido faz a pessoa mentir e passar
por cima de quem quer que seja, usando as pessoas para que o ataque seja eficaz.

Aquele desejo do mal, de tirar a pessoa do eixo, movidas por infelicidade
somada a inveja, sentimentos malignos.

Eu vivo amparada por Deus, minha estrutura foi formada assim, fui salva
quando participava de grupo de jovens quando era adolescente e com
isso foram colocadas ao meu lado as melhores pessoas, aquelas que
me ajudaram a crescer.Assim também foi com meus filhos que
participavam de Encontro de Jovens e tem Cristo no coração.

Por isso nada poderá me atingir, nem aos meus, pq eu tenho
Proteção Divina e recebo todo o bem que distribuo aqui na terra.
Meu lugar é o céu, pq minhas ações me levarão
Palavras minhas mas a pregação do Pe Cleidimar falava
sobre isso e ele encerrou com a música Celebra a Vitória que
no vídeo abaixo quem canta é Vida Reluz.
Dia de paz e reflexão para todos!!!
Bjos


 
© Template Scrap Gerbera|desenho Templates e Acessórios| papeis Bel Vidotti