sábado, 27 de junho de 2009

Vida breve....Cazuza!!!É preciso amar, as pessoas como se não houvesse amanhã....Renato Russo

Ao contrário do que muitos podem pensar, ao ver as fotos, e o título, não vou escrever sobre os ídolos da TV e sim dos ídolos na vida real, que fizeram parte do meu cotidiano, duas pessoas que conheci ambos em Ktá e faleceram este ano, um em março e outro em abril.

Norma ex-cunhada da Heloísa, conheci na casa dela e depois fomos vizinhas e trabalhei com seu filho adolescente que hj é advogado.Aposentou cedo como diretora do IBGE em Ktá , tinha ido para Portugal, tentar a sorte que encontrou, junto do marido engenheiro químico e que lá trabalhava como caminhoneiro, tc pelo msn e era como me contava como estava sua vida.Inclusive me convidou para ficar no apto. todo montado e com carro na garagem, caso eu quisesse ir para Portugal, já que ela vivia viajando com o marido e com isso tinha conhecido toda Europa.
Certa vez até mostrou o seu apartamento lá em Leiria pela webcam, disse:

- Aqui tenho tudo que preciso, aí no Brasil tenho quem eu preciso.... se referindo aos filhos.

Fui acompanhando todas suas vitórias, terminou a casa, comprou uma na praia só não acompanhei a sua derrota contra a doença, pq já tínhamos perdido contato na época.

Em março Heloísa me deu a triste notícia de que ela sofrendo muito com a doença(cancêr) morreu dias depois do filho Gustavo ter se formado.Fiquei super consternada.

A outra notícia, recebi pelo orkut, através do Vismar, em abril, sobre o prematuro desaparecimento de Moisés.Ele era dono do apto. que eu morava em Ktá.Rapaz lindo, parecia com Tiago Lacerda, mas devido a um acidente de automóvel, ficou com algumas sequelas e tinha dificuldade ao falar e um lado todo paralisado.Morava sozinho no térreo.Rimos muito no tempo que moramos perto, ele fazia aniversário no mesmo dia que eu, e no primeiro ano que comemoramos lá, eu disse que ele não se atrevesse a vir me dar os parabéns pq eu poderia entender aquilo como provocação, já que ele era bem mais novo que eu, nos anos seguintes ele gritava da escada: - Clenyra, parabéns!!!
E da janela eu jogava sapatos nele, que saia rapidinho gargalhando alto.

Mas tb tivemos perrengues, pq ele reclamava do meu filho caçula que fazia muito barulho, e eu sempre achei que fosse por causa dos fortes remédios que ele tomava.

Certa vez ao reclamar, Beto disse: - Moisés, vc ainda não é pai, o dia que for, vai ver como é difícil controlar uma criança e impedi-la de correr pra todo canto.

Mudamos para outro apartamento. só que dessa vez no centro da cidade e um dia Moisés apareceu lá, lembrei que eu tinha um livro que me emprestou e fui devolve-lo (sim pq eu faço parte da minoria que devolve livros emprestados...rs) me falou assim:
- Guarde este livro de recordação.Fica pelo mal estar que causei ao reclamar pelo barulho do bebê qdo moraram no meu apartamento.
Nesta época ele já estava casado com uma moça que tinha dois filhos do primeiro relacionamento.Não perguntei, mas pelo jeito, tinha comprovado o que Beto falou sobre o que aconteceria quando ele fosse pai.

Não sei a idade que tinha, pois desde que mudei de lá, perdemos o contato, mas era no mínimo uns 8 anos mais novo que eu e perdeu a luta contra o cancêr também.

Agora temos dois amigos daqui, que estão lutando na batalha pela vida.

Interessante essa sensação ruím q sentimos qdo constatamos que aquela pessoa que ñ dávamos o real valor, desaparece de forma inesperada

Escrevi isso no Twitter, qdo soube da morte de Michael Jackson.

A saudade é grande, mas as lembranças são maiores!!!

Que bom que pude conhecer pessoas como eles,(Moisés e Norma) e oSr. João que morreu no ano passado, morava aqui pertinho e tinha os cabelos brancos, ficava todo feliz quando eu me aproximava e dava um beijinho no rosto e um abraço, cumprimentando-o.Todos achavam-no difícil de lidar, mas eu chegava perto e via uma pessoinha tão frágil.Que se derretia todo com meu carinho.

Frágil....Como tenho ouvido essa palavra, depois do falecimento de Michael Jackson e Farrah Fawcet, um que estava super individado e ela que dizem, desenvolveu um cancêr depois dos problemas com o filho, será que algumas das pessoas que hoje falam isso, perceberam antes?Ou só agora isso ficou claro?Ou preferiram fingir que não notaram?

Eu percebi que teria que amar as pessoas em vida.E isso é o que me consola!

terça-feira, 23 de junho de 2009

Diga não ao abuso e a violência infantil

video

Art. 18. É dever de todos velar pela dignidade da criança e do adolescente, pondo-os a salvo de qualquer tratamento desumano, violento, aterrorizante, vexatório ou constrangedor.

(Estatuto da Criança e do Adolescente - LEI Nº 8.069, DE 13 DE JULHO DE 1990.)

Reconhecendo, denuncie.

domingo, 21 de junho de 2009

O rosto e olhar de Vitória

Eu estava no salão de cabeleireiros outro dia, como fiquei muitas
horas pois resolvi aproveitar o tempo disponível, para fazer
várias coisas,vi pessoas entrando e saindo.
*
No finalzinho da tarde entrou uma senhora de idade com uma
menina, não as vi entrando pq neste momento eu estava em
outro cômodo lavando os cabelos.

Logo, a mãe da menina telefonou e foi buscar a vovó que estava em
sua companhia, a criança ficou ali sentadinha lendo e esperando a
mamãe que voltaria depois de deixar a vovó em casa.

Me chamou a atenção a maneira educada de se reportar
aos outros pela avó.Mas eu ainda não tinha nem visto o rostinho
daquela garotinha que estava com a revista tampando-o.

Instantes depois ela parou de ler, olhou para mim e disse:

- Você esta muito linda!!!

Aquele comentário me encheu de alegria, não pelo elogio e sim
por eu me deparar,
com uma criaturinha doce, um rosto angelical e
lindo olhos azuis. Parecia mesmo um anjo, e eu respondi:

- Linda é você!E perguntei como ela se chamava

Ela respondeu: - Vitória

Naquele momento eu achei que ela fosse do meu signo, peixes, e ao
perguntar constatei que era sim, do dia 08 de março.

Não me perguntem pq eu relacionei a este fato, deve ser pq eu como
ela nunca tive medo de fazer um elogio verdadeiro.Eu estava realmente
muito linda, afinal cabelo é a moldura do rosto e o Ju tinha feito uma
transformação.E pq ela não disse, seu cabelo esta muito lindo?

Disse que eu estava, pq ela via o todo e não uma parte.

E esse momento me fez refletir:
Eu fui uma menina como a Vitória, aliás acho que tenho
um pouco dela ainda,não vejo a beleza de uma pessoa por um
aspecto apenas, tem pessoas que a beleza interior ultrapassa a exterior
e ela fica bonita aos olhos de quem vê pelos olhos do coração.

Que bom seria, se nossas crianças não fossem contaminadas pelos
adultos, pelo consumismo desenfreado, atitudes maldosas, copiando as
ações reprováveis dos adultos e conservassem o coração puro igual
ao daquela garotinha.

É por isso que odeio pedófilos, que não permitem que nossas crianças
fiquem neste mundo bonito e cheio de fantasias, igual o que
ela certamente vive.Uma pena, que não pude esperar a mãe dela chegar
pq eu iria cumprimenta-la, pela educação e carisma que sua filha
possui.Espero poder um dia revê-la, mas também espero encontrar
mais crianças como ela.

Uma semana com um olhar de criança, de Vitória, para todos!!!
Bjossssssssss
Clê
 
© Template Scrap Gerbera|desenho Templates e Acessórios| papeis Bel Vidotti